COMBATE AO BARBEIRO, TRANSMISSOR DA DOENÇA DE CHAGAS

O foco principal da Prefeitura de Itumbiara no momento é evitar a disseminação do Covid-19, mas seguindo todas as orientações do Ministério da Saúde, todos os outros trabalhos essenciais precisam e estão sendo feitos com muita eficiência. Entre eles estão as ações da UVZ – Unidade de Vigilância de Zoonoses, com captura de animais peçonhentos e a prevenção de várias doenças. Um dos trabalhos é o combate ao barbeiro, transmissor da doença de chagas, a doença é causada por um protozoário transmitido através das fezes do inseto. Por ano a equipe da UVZ visita em média 500 imóveis urbanos e rurais de Itumbiara. Só neste mês de maio já foram visitadas 14 propriedades, além de Sarandi e do Meia Ponte. Nelas foram capturados 49 barbeiros, 13 deles em uma única propriedade.

Desde 2013 a Prefeitura de Itumbiara através da Secretaria Municipal de Saúde e agora pela equipe da Unidade de Vigilância de Zoonoses, realiza pesquisas de controle e exames parasitológicos dessas infecções nos insetos entregues no laboratório de entomologia. São recolhidos e examinados aproximadamente 400 insetos anualmente com taxa de infecção por t.cruzi de 5.6%. O número de barbeiros infectados no município ultrapassa a média nacional que fica em menos de 3%, despertando assim o alerta para o risco de novos casos da doença de Chagas na comunidade. Os moradores podem ajudar fazendo o manejo adequado nos galinheiros, deixando o local sempre limpo e eliminando os ninhos de pombos.

Para a Diretora da Unidade, Fernanda Camargo, essas ações realizadas pelas equipes da UVZ são muito importantes nesse momento, “elas servem para diminuir o atendimento relacionado a essas doenças nas unidades de saúde, por isso é importante o monitoramento e o trabalho de controle, assim é possível diminuir a curto e a longo prazo atendimentos médicos, internações e também aglomeração nos hospitais”. Solicitações de visitas técnicas poderão ser feitas pelo telefone (64)99239-4111.